<< Empresas

Notícias

Lançamento 28/04/2015 - Restaura Jeans passa a usar embalagens ecológicas em todas as suas lojas

Novidade é mais um exemplo de que a empresa se preocupa com sustentabilidade ambiental e economia de recursos naturais. Mais do que um discurso, na Restaura Jeans – rede especialista em serviços para roupas, como lavanderia, costura, tingimento, customização e recuperação de artigos em couro, entre outras opções –, responsabilidade ambiental é uma filosofia que está na prática cotidiana da rede. A mais recente medida em prol do meio ambiente é entregar as peças prontas, que os clientes levaram para tingir, em embalagens ecológicas, que substituem as sacolas de plástico.

A mudança acontece ao mesmo tempo em que entrou em vigor a lei municipal que proíbe a utilização de sacolas plásticas comuns em São Paulo. “Estamos presentes em todo o Brasil, então nossa iniciativa é apenas uma coincidência com a lei paulistana. O que queremos é nos adiantar a qualquer lei e ajudar na conscientização ambiental independentemente da legislação”, explica Paulo Conrad, Diretor Executivo da franqueadora.

Ainda em abril, todas as lojas da Restaura Jeans abandonarão as sacolas plásticas e passarão a usar as novas embalagens, feitas de papel kraft, impressas em tinta à base d’água e montadas com cola à base de amido. Nenhum de seus componentes agride a natureza – desde a confecção até o descarte do material – pois são biodegradáveis.
O papel é proveniente de base florestal renovável, 100% reciclável, além de ser considerado Carbono Neutro, por retirar mais dióxido de carbono da atmosfera do que emite. Todo o processo de produção é ecologicamente correto e também preserva a saúde dos colaboradores que produzem a embalagem. Sacolas plásticas têm um alto custo ambiental, pois seu processo de produção envolve matéria-prima não-renovável, gases e líquidos tóxicos liberados no meio ambiente. O descarte incorreto também é prejudicial.

A Restaura Jeans estima que, apenas em 2015, a iniciativa fará com que deixem de circular pelo menos um milhão de sacolas plásticas no Brasil. O papel é tão resistente quanto uma sacola plástica, mas a nova embalagem é mais fácil de carregar e mais bonita que uma simples sacola. “Fazemos questão de usar o termo ‘embalagem’ em vez de sacola. Além da ligação com a questão ecológica, nos preocupamos muito com a maneira que o cliente recebe o serviço de tingimento. Queremos que ele perceba o carinho e o cuidado que temos com a peça dele.É como se estivesse recebendo um presente da Restaura Jeans: uma peça nova”, conclui.

Fonte: Assessoria de Imprensa