<< Empresas

Notícias

Restaura Jeans 23/02/2010 - Franquia Restaura Jeans apresenta novo layout de loja

São Paulo, 11 de maio de 2009 – A loja-conceito da franquia Restaura Jeans em São Paulo – rede composta por mais de 200
lojas franqueadas que oferecem tingimento, renovação de couro, costura, customização de roupas e lavagem – está de cara nova. E a mudança foi bem marcante. Quem explica é o franqueador, Flávio Conrad: “Há tempos, vínhamos buscando um modelo de loja que revolucionasse o setor de serviços. O resultado foi realmente surpreendente: eliminamos o balcão de atendimento e agora nossos produtos e serviços ficam totalmente expostos à visualização do cliente, como numa loja que vende produtos. O novo layout o convida a caminhar pelo espaço e a conhecer tudo o que podemos oferecer em se tratando de soluções para a roupa”.

Por enquanto, apenas a loja-conceito de São Paulo exibe um novo layout. “Escolhemos esta unidade por ser própria e estar
localizada numa cidade tão importante como a capital paulista”, explica o franqueador apresentando uma meta ousada, porém real: “ Será um teste para nossas expectativas de elevar o movimento de vendas em 40% por loja, em menos de nove meses”.

Segundo o franqueador, mesmo antes da inauguração da nova loja-conceito, já havia pelo menos 30 franqueados interessados na novidade. Sua estimativa é que, com o trabalho de convencimento promovido pela direção, somado aos atrativos das lojas pioneiras, em até dois anos todas tenham aderido ao novo laoyout. “O investimento com as reforma – que nem é demorada e nem custosa – terá rápido retorno a partir do crescimento das vendas e do faturamento”, conta.

O arquiteto Pedro Mello é o responsável pelo novo visual da Restaura Jeans. Chamado por Conrad para promover a mudança, sua primeira medida foi entrar na loja como um cliente: “Minha primeira sugestão foi ‘derrubar’ o balcão de entrada e permitir ao cliente a visualização total da loja. Agora, ele leva sua peça para tingir ou fazer uma bainha e tem o estímulo visual para outros produtos e serviços – como a recuperação de sapatos ou ideias de customização”, ilustra. “Com este conceito, quebramos a distância entre o cliente e o atendente. Passa-se a ter maior interação e proximidade e o relacionamento torna-se mais humano”.

Segundo Mello, o projeto desta primeira loja foi feito em três meses. “Para a reforma, os franqueados devem levar no máximo uma semana, pois a principal mudança está na disposição dos espaços, a começar pela fachada”.

Conrad avalia: “Pelo treinamento dos atendentes, observamos que eles ficam mais motivados, pois deles se exige mais proatividade. Esse será também um estímulo para que os clientes nos visitem com mais assiduidade”.

Fotos: Antigo e novo layout.

Assessoria de Imprensa.

Galeria